APADRINHAMENTO

A falta de recursos para garantir a sustentabilidade de todos os programas socioeducativos levou o Instituto Cabo-verdiano de Acção Social Escolar -ICASE- a pensar nas estratégias de angariação de fundos através de desenvolvimento de campanhas de sensibilização, que chamam a sociedade civil a participar diretamente na educação das crianças com menos recursos. Em 2003 foi desenvolvido uma grande campanha de congregação de apoios a nível nacional e internacional que beneficiou cerca de 23.600 alunos carenciados, com transportes, propinas, materiais escolares, bolsas de estudos e alimentação. Nesta perspetiva foi criado, em 2008, o Programa de Apadrinhamento com o objetivo de integrar os alunos que ficam fora da quota estabelecida pelo governo nos outros programas, chamando assim a sociedade civil a participar no financiamento do sistema educativo. Desde o seu lançamento até hoje, milhares de alunos beneficiam do apoio todos os anos.